Dieta para Repor Energias

Novembro 5, 2018 0 Por komp

Uma alimentação correta após o exercício físico é fundamental para repor as energias, evitar descompensação e otimizar o desempenho esportivo

Fazer desporto, seja de forma intensa ou mais suave, leva o organismo a manter um equilíbrio muito instável entre a energia gasta e os nutrientes que recebe.

Se não houver uma dieta equilibrada para repor as forças perdidas durante a atividade física, é fácil que se produza um desencontro.

Por isso, é imprescindível uma dieta correta quanto à quantidade e qualidade, tanto antes como depois do exercício. Além disso, ajudá-lo a otimizar o desempenho. O seguinte reportagem explica por que é importante acertar com a dieta após a atividade física e quais são os alimentos recomendados depois de fazer exercício. Também são propostas sete dicas de alimentação para atletas e salienta a importância de repor água e minerais.

Atividade física: por que é importante acertar com a dieta

Quando praticamos exercícios, nosso organismo queima hidratos de carbono e gordura para produzir a energia que requer o esforço. Também trabalha para regular a temperatura corporal, já que, de outro modo, subiu ao produzir energia e não se manteria estável. Ambos os procedimentos -a transpiração e a queima de carboidratos e gorduras – fazem com que o organismo perca nutrientes, fato que desequilibrar nosso corpo.

Um desequilíbrio nutricional pode causar dor muscular, fadiga ou mais fome depois de praticar esporte. É por isso que uma dieta adequada após o exercício é tão importante: com ela você deve recuperar e equilibrar todos os nutrientes perdidos. Agora, é importante diferenciar o tipo de exercício físico que fazemos, já que, de acordo com o que seja, devemos repor alguns nutrientes ou outros.

O exercício aeróbico engloba as atividades de média ou longa duração, como correr, caminhar, nadar, pedalar ou praticar ciclismo.

Em contrapartida, o anaeróbio compreende atividades de força, de curta duração e de intensidade mais alta, como os pesos, os saltos, o basquete e da ginástica artística.

Em todos os esportes são praticados ambos os tipos de exercícios, embora sempre predomina um deles. E em todos os esportes há um gasto de energia. Mas, o que comer para repor ela?

Alimentos recomendados: depois de fazer exercício

Ao repor as forças, é necessário ingerir alimentos ricos em hidratos de carbono e proteínas com baixo aporte de gordura, sobretudo, nas duas horas posteriores ao esforço físico, quando o corpo está mais receptivo e assimila melhor os alimentos. Se a atividade é aeróbica como anaeróbica, estes nutrientes são essenciais.

No entanto, o tipo de atividade também ajuda a orientar sobre o que devemos comer.

O exercício aeróbico consome glicogênio muscular. Os hidratos de carbono complexos, ou seja, arroz, batatas, cereais, cereais integrais, legumes, hortaliças e algumas frutas (como as frutas vermelhas, morangos ou cerejas) são os mais recomendados, já que fornecem energia ao organismo.

As atividades anaeróbias, ou de força, destroem substâncias plásticas do organismo, que devem ser reconstruído. Por isso, os aminoácidos são essenciais, assim como o consumo de proteínas para reparar o tecido muscular. Os alimentos recomendados são: carne bovina e suína, peixes, ovos, soja, queijos ou leite.

Sete dicas de alimentação para atletas

Ao terminar o exercício, convém comer um pequeno lanche para evitar chegar às refeições principais com uma fome exagerada. Uma boa opção pode ser uma fatia de pão integral com queijo fresco ou peru, frutas secas, barrinhas de cereais integrais ou frutas frescas com requeijão.

Evitar os alimentos com elevado teor de gordura e açúcar, como as batatas fritas ou da pastelaria, que muitas vezes tem vontade depois de uma jornada de esporte. Além de uma sensação de peso quando consumidos, podem anular parte do trabalho realizado durante a prática de exercício.

Para as refeições principais, não devem faltar os cereais integrais, como arroz, massas ou legumes e proteína, como ovos ou carne magra (frango, peru ou peixe).

Para relaxar os músculos após o exercício, é essencial o consumo de alimentos ricos em potássio, como frutas, principalmente bananas) e os legumes. Se, apesar disso, nota-se uma sensação de cansaço extremo, é aconselhável tomar um complexo vitamínico que ajudá-lo a se recompor com mais facilidade.

Deve-Se evitar o consumo de gordura, já que também atrasa a digestão das proteínas e, por conseguinte, a recuperação dos músculos.

Se você pratica esporte por a tarde, um bom jantar seria uma salada de frango ou atum com vegetais crus e uma torrada integral ou um sanduíche integral de peru com queijo fresco.

Se você pratica esporte pela manhã, uma boa refeição seria um prato de macarrão, legumes ou arroz com peixe, frango e legumes ao vapor ou grelhado.

Repor água e minerais

É indispensável repor os líquidos perdidos durante o exercício, já que o organismo pode ficar desidratado com facilidade, sem que mal nos damos conta. O apropriado seria saber com exatidão a quantidade de líquido perdido durante o exercício: se controla o peso corporal antes e depois, a diferença entre os dois registros indica a quantidade de água que deve se recompor. No entanto, nem sempre se pode avaliar desta forma. Depois de atividades de média ou longa duração, recomenda-se o consumo de água com quantidades de sódio mais elevadas, águas de mineralização mais forte.

A melhor maneira de prevenir uma possível desidratação é garantir o aporte de líquidos antes do exercício. Também é importante beber durante a atividade física, sem se preocupar com a quantidade, já que ao começar a suar elimina grande quantidade de água que deve se recompor. Se bem que pode-se notar uma certa sensação de peso ou ruídos no estômago, estes desaparecem com rapidez, já que o organismo não tardará em absorver água.